IHMT recebe encontro internacional sobre saúde global

0

Estudantes e jovens profissionais de todo o mundo encontraram-se no Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT) para debater questões relacionadas com a saúde global

O Instituto de Higiene e Medicina Tropical acolheu o Lisbon International Global Health Hangout no passado dia 12 de Março. Este encontro, promovido pela associação Global Health Next Generation Network (GHNGN), reuniu jovens de todo o mundo para discutir uma vez mais ideias e projectos no âmbito da saúde global.

Estes encontros informais, que podem ter lugar em parques, estabelecimentos públicos ou em qualquer outro espaço, têm como objectivo ajudar jovens profissionais de diferentes áreas a estabelecer uma rede de contactos e debater a saúde um pouco por todo o globo, conta Camila González-Beiras, fundadora da GHNGN, sediado em Barcelona. Foi esta jovem que falou em primeiro lugar na sessão, explicando a história da associação, do trabalho dos membros e das várias iniciativas reunidas no website do projecto.

Fazendo referência à atmosfera diversificada, informal e descontraída, Camila destacou uma das maiores vantagens do projecto. Afirmando que a saúde não pode ser apenas “médicos e enfermeiros”, enfatizou o factor social e as áreas humanas no debate sobre a mesma. Esta opinião surgiu reforçada por Ana Antunes, com formação em Antropologia. Enquanto coordenadora de notícias do projecto, afirmou que a integração no mesmo “é fácil precisamente por causa da informalidade”.

Além disso, a presença da GHNGN nas redes sociais e plataformas online é uma das apostas mais fortes de todos os membros. É essa uma das funções de Klára Dimitrovová, que incluem também a mediação entre as equipas dos projectos e as redes sociais e a resposta aos contactos de novas pessoas interessadas em colaborar nas iniciativas levadas a cabo pela GHNGN. A voluntária é doutoranda em Global Public Health, dividindo-se, entre outros, pela Escola Nacional de Saúde Pública e o IHMT, ambos da Universidade Nova de Lisboa.

Na sala Francisco Cambournac, foram vários os oradores que apresentaram as iniciativas internacionais que a GHNGN já desenvolveu e as que decorrerão em breve. Uma das iniciativas mais ambiciosas, o Global Health Ambassadors, pretende envolver os jovens em programas de treino e fomentar a capacidade de networking. Já o Global Health Mentorship Program vai mais longe – baseado a nível global, permite aos estudantes conhecer profissionais de sectores distintos. Esta iniciativa gozou de um grande sucesso em 2015, com envolvidos na Bélgica, Holanda, Alemanha, Tunísia, Estados Unidos, Canadá e Finlândia.

É, no entanto, a conferência anual que dá mais visibilidade ao trabalho da GHNGN. Em 2016, a sua terceira edição ocorrerá em Barcelona (no CaixaForum) de 30 de setembro a 1 de outubro. Com os três pilares principais da educação, comunicação e inovação, será uma outra plataforma para que se discutam problemas de saúde global e se oiçam voluntários e oradores. Em concordância com os ideais da GHNGN, a possibilidade de formar novas redes de contactos revela-se sempre como um dos objectivos de base.

No final do encontro, Maria do Rosário Oliveira Martins, subdirectora e professora catedrática do IHMT, lembrou a história do instituto e da antiga sala onde o encontro teve lugar.

Os Global Health Hangouts, que decorrem desde 2015 e já marcaram presença em Lisboa, Amesterdão e Haia, podem ser organizados em qualquer cidade e por qualquer pessoa. Para o efeito, basta contactar a GHNGN e propor a realização de um destes eventos, que podem até focar-se apenas num tema específico.

O autor escreve ao abrigo do Antigo Acordo Ortográfico.

Partilhe.

Sobre o/a autor/a

Envie uma resposta

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.