Autores

Informação sobre os autores dos artigos da NOVA Magazine.

 

Desde muito cedo me deparei com um novo mundo e me vi perante a necessidade de readaptar as minhas concepções acerca da realidade. Esse encarar de dois modos de vida distintos em paralelo, para além de viagens ocasionais que tive oportunidade de experienciar, contribuiu para que observasse o meu redor com uma visão mais dilatada. É a conjugação dessa visão com a persistência e um pingo de autodidatismo que ocupam (e simultaneamente abrem) um espaço significativo na bagagem que me acompanhará como futura jornalista. Apaixonada pela arte, pela ciência e pelo mundo, aspiro a contribuir para uma melhor qualidade do jornalismo.4 Artigos



Finalista do curso de Ciências da Comunicação - vertente de jornalismo. Curiosidade, proatividade, prazer, dedicação. Quatro estados-de-ser que juntos produzem, a meu ver, um bom profissional de comunicação. Sim, porque não basta ser curioso ou proativo se depois o trabalho desempenhado não nos dá prazer e diminui a nossa dedicação. Na nova Era digital, muitas mudanças estão a suceder-se e desejo acompanhá-las de perto e tentar adaptar o jornalismo ao mundo das multi-plataformas, bem como evitar a "morte" de qualquer plataforma de transmissão jornalística.4 Artigos


Todos os dias são novas páginas da vida, prontas a serem escritas e permanentemente reescritas pela recordação e imaginação. A curiosidade e o sorriso são uma constante e a paixão pela natureza algo inato. Na busca de um amanhã mais sustentável, apresento-me como aspirante a jornalista ambiental que ambiciona dar voz e visibilidade a causas.3 Artigos


Nasci em Lisboa mas o meu coração é também de Almada, onde sempre vivi. A preferência pela leitura e pela escrita levou-me a escolher Ciências da Comunicação, que estudo na FCSH-UNL. Ambiciono ser jornalista e estou sempre a par do que se passa no mundo do desporto, especialmente no futebol, mas a minha curiosidade e vontade de descobrir o que há de novo abrange os mais diversos setores. Viajar, fotografar, cozinhar (e, sinceramente, comer) são outras das minhas grandes paixões.3 Artigos


Até aos 14 anos quis ser engenheiro, porém sempre que ligava a televisão sintonizava nos canais noticiosos. Agora que quero mesmo ser jornalista, algumas das pessoas que me conhecem estranham, pois dizem que não sou de muitas palavras. Por outro lado, há quem refira que, quando falo, falo para dizer o mais assertado. Com o jornalismo acredito que vá ser parecido. Primeiro porque o jornalista não tem voz, mas sim dá voz. Depois porque é preciso saber comunicar o essencial, contribuindo para informar verdadeiramente o público.3 Artigos


Rita Neves Costa

"Jornalista em construção" é como gosto de me apelidar. Voei da Universidade do Porto para o Mestrado de Jornalismo na Universidade Nova. O sotaque do Norte mantém-se, assim como a perdição pelas estórias. Há coisas que são eternas.3 Artigos


Estudante de Ciências da Comunicação. Aspirante a jornalista. Viciada em escrever e cozinhar. Fotógrafa amadora de tudo e mais alguma coisa.2 Artigos




1 2 3 11